XI Congresso do Sismmac

Sobre o Congresso

O XI Congresso do Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Curitiba será realizado nos dias 10 e 11 de novembro de 2015, no Hotel Hara.

Objetivos

Este encontro tem como objetivo analisar a situação da categoria, o contexto de desenvolvimento da sociedade brasileira e definir o programa de trabalho do Sindicato.
O Congresso é um importante espaço de análise e discussão, no qual são definidos os rumos da categoria. É nele que o magistério decide sobre a organização de suas lutas, aprova princípios e regras gerais para o funcionamento do Sindicato e define como contribuir com a luta geral da classe trabalhadora.

Temas

Neste ano, o espaço terá três eixos principais que compõem os temas do Congresso:

1) Análise de conjuntura;
A crise econômica é apontada por empresários e governos como desculpa para retirar direitos e aumentar a exploração sobre o conjunto dos trabalhadores. O Congresso vai avaliar os impactos do atual cenário econômico e político para a luta da classe trabalhadora.

2) Análise do movimento sindical
A desfiliação da Central Única dos Trabalhadores (CUT), aprovada no Congresso de 2012, veio acompanhada da decisão de contribuir ativamente com o processo de reorganização da classe trabalhadora. Agora, devemos avaliar os caminhos adotados pelos sindicatos que romperam com a CUT desde 2003 e decidir qual rumo o magistério de Curitiba deverá trilhar.

3) Programa de trabalho do Sindicato
O Congresso decidirá quais devem ser as linhas centrais do SISMMAC para o restante da gestão Novos Rumos (2014-2017). Serão debatidas as áreas nas quais devemos aprofundar nossa atuação e quais pautas devem estar entre as nossas prioridades de ação.

Perspectivas

CONTRIBUIR COM A REORGANIZAÇÃO DO MOVIMENTO SINDICAL
O XI Congresso do SISMMAC vai avaliar as alternativas de reorganização que vem sendo construídas pelo movimento sindical combativo após a degeneração da Central Única dos Trabalhadores. Parte dos sindicatos que saíram da CUT optaram pela criação às pressas de novas centrais, que já reproduzem parte dos erros que levaram a CUT a sua degeneração. Outros sindicatos optaram por construir espaços de articulação e de unidade de ação por entender que, antes de se fundar uma nova central, é necessário retomar o trabalho de base e resgatar os princípios que foram abandonados pela CUT ao longo dos anos.

A análise do processo de reorganização do movimento sindical é um dos temas centrais do Congresso, que também vai decidir com qual dessas alternativas o SISMMAC deve contribuir ativamente no próximo período.

UNIR OS TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO MUNICIPAL
Na temática relacionada ao movimento sindical também entendemos ser emergencial o debate sobre um sindicato único dos trabalhadores da educação. A fragmentação de várias categorias em sindicatos diferentes só enfraquece a luta. Temos o mesmo patrão, enfrentamos os mesmos problemas nos locais de trabalho, por isso é justo que possamos nos unir e nos fortalecer em prol de nossos direitos.

A direção do SISMMAC defende a necessidade de um sindicato único para todos os servidores municipais de Curitiba. Entretanto, sabemos que esse debate ainda precisa amadurecer de forma consciente e organizada.

Hoje, há quatro sindicatos que defendem diferentes categorias na base dos servidores municipais de Curitiba e todos precisam estar conscientes dessa necessidade. Para esse momento, entendemos que é possível avançar para um sindicato de trabalhadores da educação, como uma etapa para uma futura unificação de todos os servidores municipais de Curitiba. ACOMPANHE OS DEBATES E ATIVIDADES PREPARATÓRIAS DO XI CONGRESSO!