XI Congresso do Sismmac

Notícias

  • 10/11/2015

    Confira como foi a mesa de debate sobre o programa de trabalho do SISMMAC

    Veja o vídeo com as análises da segunda mesa
    Confira como foi a mesa de debate sobre o programa de trabalho do SISMMAC

    A segunda mesa de debates do XI Congresso do SISMMAC iniciou a discussão sobre o programa de trabalho do SISMMAC. O debate contou com apresentação das três posições inscritas no Caderno de Teses.


    A principal polêmica diz respeito a proposta de unir todas as trabalhadoras e trabalhadores da educação municipal em um mesmo sindicato. A Tese 1, elaborada pela direção do SISMMAC, propõe que o magistério estabeleça uma série de debates sobre o tema, junto com os demais trabalhadores do município, para amadurecer essa discussão ao longo de 2016.


    Todas as posições apresentadas durante a mesa defenderam que esse é um debate necessário e que deve ter como horizonte final a unificação dos servidores municipais de todas as secretarias em um mesmo sindicato. Entretanto, há entendimentos diferentes sobre qual o ritmo e passos necessários para essa construção.


    Reveja como foi o debate e saiba a posição de cada tese nos vídeos abaixo:


    Tese 1 foi representada pelo professor Rafael Furtado, que trabalha na Escola Municipal CEI Francisco Meszner e faz parte da direção do SISMMAC



    Tese 2 foi representada pela professora Marina de Godoy, que trabalha na Escola Municipal Erasmo Pilotto


    Tese 3 foi representada pela professora Francis Madlener de Lima, que trabalha na Escola Municipal Jardim Europa